Economia

Itaipu deve aumentar produção em outubro para compensar escassez hídrica

A Itaipu Binacional, empresa responsável pela usina de mesmo nome, indicou uma previsão de aumentar sua produção de energia elétrica em outubro, diante da hidrologia desfavorável. Se for confirmada, a geração da binacional ficará mais próxima à registrada no mesmo mês do ano passado, acrescentou.

“Com a melhora do desempenho, a usina poderá também ficar em 2017 no ranking dos cinco melhores anos de sua produção”, declarou a empresa.

Até a quarta-feira, 4, foram produzidos por Itaipu 70 milhões de megawatts (MWh), abaixo dos 78 milhões de MWh de janeiro a outubro do ano passado, quando Itaipu estabeleceu um novo recorde mundial anual de geração, com 103,1 milhões de MWh no ano. Além de 2016, destacam-se como os anos mais produtivos da usina 2013, com 98,63 milhões de MWh; 2012, com 98,28 milhões de MWh; 2008, com 94,68 milhões de Mwh; e 2000, com 93,42 milhões de MWh.

A empresa lembra que o aumento de produção de eletricidade por parte de Itaipu contribui para diminuir o despacho de usinas termoelétricas, em um momento de cenário de chuvas abaixo da média histórica no sistema nacional.

De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico, as afluências para o Sistema Interligado Nacional (SIN) devem ficar em 65% da média histórica em outubro. Com isso, a perspectiva é de redução do volume de água armazenado nos reservatórios do País, que já registram um baixo nível.

No Sudeste/Centro-Oeste, por exemplo, a Energia Armazenada atual está em 23,33% da capacidade, enquanto no Sul o indicador alcança 35,77%, mas no Nordeste não passa dos 8,58% e no Norte fica em 30,42%.

+ Jaguar Land Rover: a luta contra a falta de confiança dos consumidores

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel