Giro

Irã registra 2.751 casos de COVID-19 em 24 horas, maior número em dois meses

Irã registra 2.751 casos de COVID-19 em 24 horas, maior número em dois meses

O ministério da Saúde do Irã defende a aplicação de multas para quem não respeitar o uso de máscaras - AFP

O Irã registrou 2.751 contágios de COVID-19 nas últimas 24 horas, o balanço diário mais grave nos últimos dois meses, anunciou nesta terça-feira o ministério do Interior.

“Nas últimas 24 horas foram registrados 2.751 casos e 212 mortes”, afirmou a porta-voz do ministério da Saúde, Sima Sadat Lari.

O número de vítimas fatais e de infectados sem uma curva ascendente no Irã desde maio, o que obrigou as autoridades a estabelecer a obrigatoriedade do uso de máscaras em locais fechados, além de outras restrições.

Mas alguns iranianos continuam sem utilizar a peça em lojas e bancos, um comportamento criticado pela televisão estatal.

O vice-ministro da Saúde, Iraj Harirchi, defendeu a aplicação de multas para quem não respeitar o uso de máscaras, com exceção das pessoas que “não têm recursos para comprá-las”.

De acordo com o balanço atualizado, o novo coronavírus provocou 17.600 mortes e 315.000 casos no Irã, o país mais afetado no Oriente Médio.

Teerã adotou várias restrições para conter a pandemia, mas em nenhum momento determinou um confinamento generalizado.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?