Mundo

Irã diz que enriquecer urânio a 60% é reação a ataque em Natanz

Irã diz que enriquecer urânio a 60% é reação a ataque em Natanz

Presidente do Irã, Hassan Rouhani

DUBAI (Reuters) – A decisão do Irã de enriquecer urânio a uma pureza de 60% é uma reação à sabotagem de sua principal instalação nuclear, disse o presidente, Hassan Rouhani, nesta quarta-feira, acrescentando que a República Islâmica não tem nenhuma intenção de fabricar uma arma nuclear.

Após uma explosão em sua instalação de enriquecimento de urânio de Natanz no domingo, que Teerã atribui ao arquirrival Israel, o Irã disse que começará a enriquecer urânio a 60%, uma medida que coloca o material físsil mais próximo dos níveis adequados a uma bomba.

O país também disse que ativará mil centrifugas avançadas no local.

“É claro, as autoridades de segurança e inteligência precisam dar os relatórios finais, mas aparentemente é um crime dos sionistas, e se os sionistas agirem contra nossa nação, reagiremos”, disse Rouhani em uma reunião de gabinete televisionada.

“Nossa reação à sua má intenção é substituir as centrifugas danificadas por outras mais avançadas e elevar o enriquecimento a 60% na instalação de Natanz”, afirmou.

Autoridades iranianas descreveram o incidente como um ato de “terrorismo nuclear”.

Israel, cuja existência o Irã não reconhece, não comentou formalmente o incidente.

A Agência Internacional de Energia atômica (AIEA), o organismo nuclear das Nações Unidas, disse na terça-feira que foi informada da decisão do Irã.

O acordo nuclear de 2015 do Irã com seis potências, que o país está violando desde que os Estados Unidos se desligaram dele em 2018 e reativaram sanções contra Teerã, limita em 3,67% a pureza físsil à qual os iranianos podem refinar o urânio.

A cifra é bem inferior aos 20% alcançados antes do acordo e fica muito abaixo dos 90% adequados a uma arma nuclear.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH3D17U-BASEIMAGE

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

Tópicos

Updated