Negócios

IPO da Uber foi um fracasso de acordo com metas da empresa em 2015

Ex-funcionária relatou que em 2015 a Uber tentava contratar novos funcionários sob a premissa de que o IPO da empresa atingiria valuation de US$ 200 bilhões

IPO da Uber foi um fracasso de acordo com metas da empresa em 2015

Crédito: AFP/Arquivos

Se antes o IPO da Uber era considerado “o melhor negócio dos últimos 30 anos“, hoje, pouco menos de uma semana após a empresa abrir seu capital, os resultados da operação são decepcionantes. O valor de capitalização da empresa ficou pouco abaixo de US$ 62 bilhões, com o preço das ações da empresa sendo negociado abaixo do patamar definido no IPO no primeiro pregão depois de se tornar pública.

Se os valores obtidos não deixaram os investidores e pessoas ligada a Uber felizes, ele não pode ser considerado um fracasso completo. A não ser que você enxergue o resultado sob a perspectiva de 2015, quando a Uber tentava contratar novos funcionários sob a premissa de que o IPO da empresa atingiria valuation de US$ 200 bilhões.

Quem explicou foi a ex-engenheira da Uber e hoje editora do The New York Times, Susan Fowler, que em um tweet citou trecho de um e-mail que recebeu da empresa, que a chamou para trabalhar lá novamente. Dizia: “enquanto um valuation de US$ 51 bilhões pré-IPO é bom, não estamos querendo fazer um IPO neste momento. Se nós não atingirmos um valuation de US$ 200 bilhões, muitos na Uber vão considerar que falhamos”.

Tópicos

IPO negócios Uber