Finanças

Investidor mostra cautela e Ibovespa fecha perto da estabilidade

Depois de ter subido mais de 1% pela manhã desta segunda-feira, 10, o Índice Bovespa perdeu fôlego e oscilou próximo da estabilidade na maior parte do pregão, com os investidores à procura de referências para operar. Sem notícias novas no cenário eleitoral, os negócios ocorreram sob a expectativa da divulgação da pesquisa Datafolha, esperada para o início da noite de hoje. As bolsas de Nova York seguiram trajetórias distintas e pouco influenciaram os negócios, principalmente no período da tarde. Ao final dos negócios, o Ibovespa marcou 76.436,35 pontos, em alta de 0,03%. Os negócios somaram R$ 8,67 bilhões.

A pesquisa Datafolha será a primeira a ser divulgada por um grande instituto depois do ataque ao candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL), na última quinta-feira. O instituto fez a coleta das intenções de voto hoje. Na quinta-feira, o Ibovespa fechou em alta de 1,76%, em reflexo da notícia de que Bolsonaro havia sido esfaqueado em Juiz de Fora e a avaliação de que a esquerda pode se enfraquecer. A alta brusca (o Ibovespa subiu 1.000 pontos em poucos minutos) gerou movimentos técnicos desde cedo.

“Pela manhã houve uma sessão de ajuste, muito por conta dos mercados de sexta, devido ao feriado no Brasil. Então, no período da manhã os mercados estavam se ajustando. À tarde, o que vimos foi uma cautela política pressionando os ativos de risco”, disse Rafael Passos, analista da Guide Investimentos.

Para Pedro Paulo Silveira, economista da Nova Futura, as oscilações mais contidas no decorrer do dia mostraram que o investidor corrigiu excessos e o Ibovespa encontrou um patamar de equilíbrio para aguardar por fatos novos. No que diz respeito aos efeitos do ataque a Bolsonaro nas pesquisas, o economista afirma que somente uma mudança significativa no cenário eleitoral pode tirar o Ibovespa do atual patamar.

“O cenário eleitoral segue bastante desafiador e uma novidade nas pesquisas eleitorais precisa ser muito mais qualitativa do que numérica”, afirmou o economista, citando sondagem divulgada pela manhã por uma instituição financeira. Mais que o desempenho porcentual de Jair Bolsonaro nas sondagens, afirma, o que será olhado daqui em diante será o desempenho do candidato nas simulações de segundo turno.

Entre as ações que fazem parte do Ibovespa, foram destaque negativo os papéis de empresas exportadoras, que passaram por realização de lucros recentes, segundo operadores. Suzano ON (-2,72%). Petrobras ON (+1,28%) e PN (+1,42%) se ajustaram à alta de seus ADRs nas bolsas de Nova York. Já Vale ON (-0,49%) corrigiu parte da alta de 2,55% de quinta-feira.

Tópicos

Bovespa