Investe “che te fa bene”

Investe “che te fa bene”

Chi a buon albero s’appoggia, buon ombra lo ricopre. O antigo ditado italiano (Quem a boa árvore se acolhe, boa sombra o cobre) poderia explicar as razões que têm inspirado empresários italianos a investir no Brasil, a despeito da crise. A liberação de mais de 400 milhões de euros do governo da Itália neste ano para que micro e pequenas empresas do país se internacionalizem vai trazer uma legião de companhias para o mercado brasileiro, segundo o presidente da Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio, Indústria e Agricultura (Italcam), Graziano Messana. Pelos seus cálculos, há um potencial de investimento de R$ 550 milhões neste segundo semestre e de mais de R$ 8 bilhões em 2021, puxado por companhias como TIM, Enel, Pirelli, Fiat Chrysler (FCA) e a grife Intimissimi. Atualmente, há 972 empresas italianas em atividade no Brasil. “A Itália está com muito mais apetite por investir no Brasil. Como o País está atrasado na superação da crise em relação a outras economias, e o câmbio está maravilhoso aos estrangeiros, os ativos estão baratos e há oportunidades em muitos setores”, afirma o siciliano Messana. Segundo ele, a pandemia desencadeou uma grande injeção de euros por parte dos governos e bancos centrais no capital das empresas italianas, que agora querem expandir para novos mercados. “Além de estar capitalizado e disposto a expandir, o empresário italiano é acostumado a crises, oscilações e a fortes emoções nos negócios. Há muita semelhança e afinidade cultural entre Itália e Brasil.”

(Nota publicada na edição 1178 da Revista Dinheiro)

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”

+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?


Mais posts

Parece faculdade, mas é um headhunter

A Faculdade do Comércio de São Paulo (FAC-SP), instituição de ensino especializada em formação de profissionais para o varejo, vai [...]

Mais de R$ 100 milhões para aquisições

O americano Aaron Ross, um dos principais investidores mundiais da área de vendas, é o novo sócio da brasileira Nuvini, grupo de [...]

Imóveis com força máxima

Uma das empresas que mais crescem no setor imobiliário de São Paulo, a Setin Incorporadora registrou em julho seu segundo melhor mês em [...]

Negócio é ser gentil

Maior empresário multifranqueado do País, Glauber Gentil lançou o movimento Ser Gentil, para estimular ações positivas entre as [...]

Viajar, sim. Mas com desconto

Uma pesquisa inédita realizada pela Booking.com, maior plataforma on-line de viagens do planeta, identificou mudanças importantes no perfil dos viajantes mundo afora neste ano. O estudo que será divulgado na próxima semana constatou que os impactos financeiros da pandemia vão, inevitavelmente, fazer com que as pessoas busquem alternativas mais econômicas. Entre os entrevistados, 62% dizem […]

Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.