Geral

Internet fixa cresce 6% em doze meses, aponta Anatel

Receita amplia uso da internet para tornar mais rápido o atendimento dos contribuintes

Banda larga fixa registrou aumento em todos as unidades da federaçãoArquivo/ Agência Brasil

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou hoje (1º) os dados de acesso à internet fixa no país. Em setembro, o serviço ganhou 113.243 usuários, o que representa um aumento de 0,4% em relação ao mês anterior. No acumulado dos últimos doze meses, o aumento é de 1.575.470 usuários, um crescimento de 5,92%.

Entre as empresas, a Claro liderou o crescimento no mês de setembro, com 51.909 assinantes, acréscimo de 0,6%. Outros grupos que também obtiveram crescimento foram a Sercomtel, com 8.811 novos usuários (+4,84%), e a TIM, com 6.839 novos clientes (+1,76%).



Regional

Nos últimos 12 meses, houve aumento de usuários de banda larga fixa em todos as unidades da federação. Entre agosto e setembro, os maiores índices foram registrados em São Paulo (+0,53%), no Paraná (+0,72%) e em Minas Gerais (+0,44%). Quando analisado o último ano, estão na frente Rio Grande do Norte (+20,01%); Ceará (+16,42%) e Maranhão (+13,64%).

Em relação às tecnologias, as mais utilizadas nesse período foram xDSL, que tem como base os fios de cobre trançados utilizados por linhas telefônicas digitais comuns, e cabo, que utiliza as redes de transmissão de TV por cabo convencionais.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

Tópicos

internet