Giro

Internações por covid caem 84% em SP e 41 hospitais não têm mais pacientes

Crédito: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

João Doria anuncia seu futuro político: se renuncia para tentar a presidência ou segue no Palácio dos Bandeirantes (Crédito: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo)



As internações por covid-19 caíram 84% em São Paulo na comparação com o pico da variante Ômicron, divulgou nesta quarta-feira, 30, o governo do Estado. Em janeiro, os hospitais da rede pública superaram a marca de 13 mil hospitalizados pela doença. Agora, são 1,9 mil pacientes internados, sendo 1,2 mil em enfermaria e 672 em leitos de unidade de terapia intensiva (UTI). Entre os 91 hospitais da rede estadual de assistência, 41 já não possuem mais pacientes com a doença.

“Esses 41 hospitais estão localizados em todas as regiões do Estado, o que comprova que a queda da pandemia ocorre de forma homogênea”, disse o governador João Doria (PSDB), que exaltou o papel da vacinação para a consolidação do cenário atual. São Paulo está há oito semanas seguidas com queda nas internações.

A média móvel de novas hospitalizações diárias foi de 1,5 mil, no final de janeiro, para 196, na última semana. A de casos de covid, por sua vez, caiu de 14,5 mil para 7,3 mil no mesmo período.

Dados do governo do Estado apontam que 85,54% da população total está com esquema incial completo com covid. Foram aplicadas mais de 104 milhões de doses até o momento. O Estado vacinou 77,55% das crianças de 5 a 11 anos com a 1ª dose. Enquanto isso, 40,12% desse público receberam a 2ª aplicação.




Ampliação da 4ª dose da vacina contra covid em São Paulo

A coordenadora do Programa Estadual de Imunização (PEI), Regiane de Paula, confirmou nesta quarta que o governo irá iniciar no próximo dia 5 a aplicação da 4ª dose da vacina no público acima de 60 anos. “Nós tínhamos feito (a vacinação com 4ª dose) primeiramente para os que têm 80 anos ou mais, e a partir do dia 5 será para todos (com mais de 60 anos)”, disse.

Dessa vez, segundo ela, não haverá um escalonamento para vacinar a população de 70 anos antes do público de 60 anos, como foi feito em outros estágios da campanha de vacinação. Como requisito, o público-alvo necessita apenas ter tomado a 3ª dose há ao menos quatro meses.


No último domingo, 27, o governador já havia adiantado que a população acima de 60 anos poderia receber a 4ªdose da vacina contra a covid a partir do próximo dia 5 de abril no Estado. A declaração se deu durante as ações do ‘Domingão da Vacinação’, ação promovida para tentar aumentar a cobertura vacinal no Estado.






Tópicos

adolescentes adolescentes internados Agência Nacional de Vigilância Sanitária Anvisa aplicação da Coronavac aplicação da Coronavac em crianças avanço da variante Ômicron Butantan capacidade máxima capacidade máxima de lotação casos graves combate à covid-19 Comitê Científico Comitê Científico de Combate à Covid-19 coronavac coronavírus covid Covid-19 crianças crianças e adolescentes internadas Dimas Covas diretor e presidente do Butantan doses doses em estoque enfermaria estabelecimentos eventos expectativa do governo GOVERNO DE SÃO PAULO Grande São Paulo hospitais hospitais sem pacientes hospital Hospital das Clínicas Instituto Butantan internação Internação de crianças e adolescentes na UTI Internação de crianças e adolescentes na UTI por covid aumenta internações internações de crianças internações de crianças e adolescentes internações queda Jean Gorinchteyn João Doria Laboratório leitos leitos de enfermaria leitos de UTI leitos de UTI da covid lotação mais vulnerável máscara máscara facial nova variante nova variante ômicron novo coronavírus ÓBITOS ocupação nas unidades de terapia intensiva omicron pessoas internadas pessoas internadas em leitos de UTI população população ainda não vacinada população pediátrica presidente do Butantan prevenir casos graves Queda nas internações de covid queda nas internações em SP São Paulo secretário estadual de Saúde servidores servidores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária SP Terapia terapia intensiva Unidades de Terapia Intensiva urgente uso obrigatório de máscara uso obrigatório de máscara facial UTI vacinação vacinação é urgente vacinação infantil variante variante omicron