Giro

Internações por covid-19 atingem níveis recordes em 14 países europeus

Crédito: AFP

Paciente deitado em um leito na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para os casos de covid-19 no hospital San Filippo Neri, em Roma, em 29 de outubro de 2020 (Crédito: AFP)

Pelo menos 14 países europeus atingiram números recordes de hospitalizações de pacientes com o novo coronavírus esta semana, em um momento em que a segunda onda do vírus está tomando o velho continente, segundo dados oficiais compilados pela AFP.

Polônia (14.631), República Tcheca (6.604) e Bélgica (5.924) são os países com a maior porcentagem de leitos hospitalares ocupados por pacientes com covid-19.

+ Pacientes com covid-19 infectam metade das pessoas no mesmo lar, diz estudo
+ Após semana com 100 mil novos casos de covid, Bélgica anuncia novo lockdown

Também estão na lista dos mais afetados Hungria, Bulgária, Portugal, Áustria, Eslováquia, Croácia, Eslovênia, Albânia, Letônia, Islândia e Gibraltar, de acordo com os dados disponíveis.

Apenas 35 países e territórios, dos 52 que compõem a Europa, com uma população de 470 milhões, divulgam os números dos leitos hospitalares ocupados por doentes da pandemia. A maioria deles são membros da União Europeia.

Mais de 135 mil pacientes com o vírus estão atualmente hospitalizados nos 35 países que disponibilizam dados, em comparação com menos de 100 mil uma semana atrás.

As nações com mais doentes internados em relação à sua população são a República Tcheca (com 62 pacientes por 100 mil habitantes), Romênia (57) e Polônia (39).

França (21.160), Espanha (17.520) e Ucrânia (16.332) têm o triste privilégio de ocupar o pódio dos países com o maior número total de hospitalizações por covid-19.

Embora não tenha atingido os números de internações hospitalares de abril, com um recorde de 31.131 em 14 de abril, a França viu a quantidade de pessoas hospitalizadas aumentar em 50% esta semana, alcançando um total de 21.160, segundo dados de quinta-feira.

Os países em que o número de pacientes internados subiu mais rapidamente na última semana foram a Sérvia (+97%), Bélgica (+81%), Áustria (+69%) e Itália (+65%).

Apenas em Montenegro houve uma diminuição, de 16%, deste dado fundamental para avaliar a gravidade da crise de saúde.

A situação do coronavírus está piorando na Europa, onde nesta sexta-feira foram ultrapassados os 10 milhões de casos, segundo o balanço da AFP.

Veja também

+ Sandero deixa VW Polo GTS para trás em comparativo
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?