Edição nº 1121 17.05 Ver ediçõs anteriores

Inteligência Artificial na sala de aula

Inteligência Artificial na sala de aula

Alef Education, uma empresa nascida nos Emirados Árabes Unidos há apenas quatro anos e que atua em 57 escolas públicas locais, atingindo 25 mil estudantes, acaba de desembarcar nos Estados Unidos, contratada por duas escolas particulares de Nova York. É o início de seu ambicioso plano estratégico de impactar 1 bilhão de estudantes de todo o planeta por meio de Inteligência Artificial no prazo de uma década. “Queremos crescer em países que têm necessidade, desejo e paixão de transformar seu sistema educacional”, disse o CEO da empresa, Geoffrey Alphonso, à CNN. Nas escolas de Abu Dhabi e Al Ain, onde o sistema já funciona normalmente, a plataforma captura milhões de dados diariamente e os processa em tempo real para devolver formatos personalizados de conteúdos. Os alunos são expostos às telas no limite de três horas e meia ao dia e as disciplinas focadas referem-se a ciências, matemática, inglês e língua local.

(Nota publicada na Edição 1112 da Revista Dinheiro)


Mais posts

WhatsApp é hackeado

NSO Group é uma empresa cibernética israelense fornecedora de governos e agentes de segurança. Ela se tornou globalmente famosa no [...]

Lenovo anuncia primeiro notebook de tela dobrável

A Lenovo afirmou que irá produzir o primeiro notebook dobrável do mundo e liberou imagens de um protótipo do ThinkPad. A empresa [...]

“Tornar fácil fazer negócios em qualquer lugar”

Missão do Alibaba.com (Nota publicada na Edição 1121 da Revista Dinheiro)

Filtro dá up ao Snapchat

O fim de semana do Dia das Mães foi tomado pelos filtros que transformavam o rosto das pessoas dando a elas uma versão ‘baby face’. Ao [...]

Nova fronteira da IA: reconhecimento de voz

Se a primeira era da interação homem-máquina foi tátil (daí o digital), a segunda será por voz. A Pandorabots, empresa que tem sedes em [...]
Ver mais

Copyright © 2019 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.