Tecnologia

Integração inteligente

Por trás de cada aplicativo que facilita nossa rotina há um emaranhado de processos que precisam falar a mesma língua. Fazer com que eles se entendam é um negócio que poderá gerar US$ 3,5 bilhões ao ano

Crédito: Divulgação

Ecossistema amigável: Thiago Lima,da Linkapi, que tem uma capivara como mascote: ajudando outras empresas a lucrar (Crédito: Divulgação)

Expressão corriqueira no mundo da informática, API é a sigla em inglês para Interface de Programa de Aplicação. A tradução não ajudou muito? Talvez porque a terminologia típica dos programadores soe como um código indecifrável para quem não entende do assunto. É assim também quando um software quer falar com outro. Cada qual tem seu idioma — e para que consigam se entender é preciso integrar diferentes APIs. Mas nem sempre essa “tradução simultânea” do mundo digital flui sem percalços. “É muito comum haver problemas na integração de sistemas. Grande parte das plataformas não aguenta as requisições e transformações que os dados sofrem”, diz Thiago Lima, programador e CEO da LinkApi. “Nossa missão é ser uma ferramenta parceira do desenvolvedor, auxiliando em toda a complexidade técnica”, afirma. Traduzindo: sua plataforma permite aumentar a eficiência operacional de qualquer negócio, principalmente daqueles baseados em dados — a maioria dos
que dão certo hoje em dia.

Nascido no Grajaú, bairro periférico da capital paulista, Thiago começou a programar computadores aos 12 anos. Aos 17 já havia montado sua primeira empresa, que logo foi abandonada pelo sonho de ser um lutador profissional de artes marciais. A carreira no tatame começou bem, mas teve de ser interrompida após uma fratura. De volta ao mouse e ao teclado, ele reencontrou sua vocação. Hoje a LinkApi tem mais de 100 colaboradores e clientes como Samsung, Leroy Merlin, Chili Beans e Multicoisas. Parte desse sucesso é explicado pela necessidade das empresas de integrar seus sistemas. De acordo com um relatório da consultoria Zion Market Research, o mercado global de gerenciamento por APIs, que gerou cerca de US$ 609,32 milhões em 2016, deverá movimentar US$ 3,5 bilhões até 2022. Um crescimento anual acima de 30%.

CONTÉM 1G Um exemplo de empresa que percebeu a necessidade de investir na integração de sistemas para crescer é a marca de cosméticos Contém 1g Make-up. Ao montar suas operações de e-commerce e market place, a direção da empresa percebeu a necessidade de uma atualização de estoque em tempo real. “A gente sai daqui na sexta-feira e o e-commerce continua funcionando. É tudo feito pelo integrador”, diz Antonio Azevedo e Marques, responsável pela área de TI da empresa. Segundo ele, a integração maximizou em 50% suas operações em estoque graças à reposição automatizada, que não paralisa a operação pela falta de produtos. Os lucros, crescem.

Carola, a mascote da LinkApi, é uma capivara. Ela foi escolhida por ser um animal que se integra com todo o ecossistema de forma amigável. É uma imagem no mínimo fofa para um mundo que precisa se integrar com inteligência.