Tecnologia

Instagram, não o Facebook, foi arma mais efetiva da Rússia para manipular eleições americanas

Outras conclusões tiradas do relatório é de que o objetivo dos posts da IRA eram desencorajar democratas a irem votar sob o pretexto de que seu voto não mudaria o curso das eleições

Um estudo preparado pela comissão de inteligência do senado americano, em parceria com a empresa de pesquisa e análise New Knowledge, trouxe nova luz a influência russa nas eleições americanas através da Internet Research Agency (IRA). Segundo o documento, enquanto o foco dos posts da IRA eram o Facebook, foi no Instagram que suas postagens tiveram mais alcance e engajamento.

Na rede fundada por Mark Zuckerberg, as campanhas da agência apoiada pelos russos atingiram cerca de 126 milhões de usuários, enquanto que no Instagram, foram pelos menos 20 milhões de afetados. Porém no balanço dos posts, é notório o maior sucesso dos posts da rede sociais das fotos, cujos total de likes foi mais de quatro vezes maior. A tabela abaixo também traz total de comentários, onde a diferença foi menor.

Crédito: New Knowledge

Além da New Knowledge, participaram da pesquisa a universidade de Columbia, e Canfield Research. Outras conclusões tiradas do relatório é de que o objetivo dos posts da IRA eram desencorajar democratas a irem votar sob o pretexto de que seu voto não mudaria o curso das eleições. Dentro deste grupo, o nicho mais procurado era o de negros. O relatório afirma que a estratégia continua ainda hoje.

Umas das postagens feitas pela IRA focando no público negro

A descoberta abre um novo caminho para as investigações, uma que uma vez interrogados no congresso americano, executivos do Facebook nunca foram questionados sobre o papel do Instagram na polêmica. Em 2012, o Facebook comprou a rede por US$ 1 bilhão.

Para além do Instagram, o New Knowledge afirma que o IRA mostrou conteúdo para 1,4 milhões de usuários no Twitter, e fez o upload de mais de mil vídeos no Youtube. Um levantamento do Departamento de Justiça americano calcula que a campanha da IRA para influenciar as eleições custaram cerca de US$ 25 milhões

Veja também

+ Sandero deixa VW Polo GTS para trás em comparativo
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?