Economia

Inflação na internet desacelera em agosto, para 0,39%

Os preços na internet subiram em agosto na comparação com julho, embora o ritmo de crescimento tenha desacelerado. A inflação na internet registrada para o mês de agosto foi de 0,39% na comparação mensal, de acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo (Ibevar) em parceria com o Programa de Administração de Varejo (Provar). Em julho, esse indicador havia sido de 1,25%.

No acumulado do ano até agosto, a inflação foi de 1,45%, queda de 4,61 pontos porcentuais em relação ao mesmo período do ano anterior.

Segundo o estudo, quatro categorias de produtos obtiveram deflação mensal. Os brinquedos registraram recuo de 5,39% nos preços, enquanto CDs e DVDs recuaram 2,02% e medicamentos caíram 0,91%. No segmento de telefonia e celulares, a redução de preço foi de 6,72%. Outras seis categorias registraram inflação mensal: Cine e Fotos teve elevação de preço de 15,14%, eletrodomésticos subiram 1,21%, eletroeletrônicos aumentaram 0,90% e itens de informática, 1,23%. Em livros, o aumento foi de 2,84% e perfumes e cosméticos subiram 5,21%.



Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel