Economia

Inflação na China medida pelo CPI avança 2,8% em agosto, na comparação anual

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da China subiu 2,8% em agosto na comparação anual, segundo dados divulgados na terça-feira (pelo horário local) pelo Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, na sigla em inglês). A leitura superou as expectativas de analistas consultados pelo Wall Street Journal, que previam alta de 2,6%.

Com o resultado, a inflação no país asiático se aproxima da meta de cerca de 3% do governo chinês.

Em relação a julho, o CPI registrou ganho de 0,7% em agosto. Os principais impulsionadores dos preços na China foram as carnes – em especial, a carne de porco, que teve valorização de 46,7% na comparação anual de agosto devido a uma escassez do produto. Os preços gerais de carnes, incluindo suína, bovina e ovina, tiveram alta de quase 31% em relação a agosto de 2018.

Por outro lado, o índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) sofreu contração de 0,8% em agosto ante o mesmo mês do ano passado, recuo ligeiramente menor do que os 0,9% projetados por analistas. Na comparação mensal, o PPI caiu 0,1% em relação a julho.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

China CPI inflação