Economia

Inflação alta: especialistas apontam investimentos que protegem o seu dinheiro

Crédito: Pixabay

CDB é uma opção para o investidor que quer segurança (Crédito: Pixabay)

O Certificado de Depósito Bancário (CDB) e a dolarização do patrimônio podem ser alternativas para quem procura investir e não quer o rendimento da caderneta de poupança devido a inflação, fechada em 10,06%, em 2021. O CDB é um empréstimo de dinheiro para a instituição bancária em troca de uma taxa de rentabilidade.



O analista financeiro e CEO da Vallus Capital, Caio Mastrodomenico, disse que o CDB é uma boa opção para o investidor que precisa de segurança e o dinheiro disponível a qualquer hora.

“Historicamente a poupança se torna um investimento ruim quando os números de inflação acumulam expressivamente, como agora. Hoje existem bancos digitais que estão pagando 14% ao ano no CDB. Comparado com a poupança, o CDB é uma excelente opção para quem precisa de liquidez e segurança em investimentos de pequeno porte”, explicou Caio.

Brasil sofre goleada da inflação

A caderneta de poupança teve um rendimento negativo de 6,37% em 2021. De acordo com o Banco Central, os saques na caderneta de poupança superaram os depósitos em R$ 35,4 bilhões.  Em 2021, os brasileiros depositaram R$ 3,410 trilhões e sacaram R$ 3,445 trilhões.

+ O economista Paulo Gala revela os caminhos para investir bem em 2022



Para o investidor no mercado imobiliário americano, Leandro Sobrinho, diversificar o patrimônio e os investimentos vai além de ter ações na bolsa, imóveis alugados e previdência privada. De acordo com ele, dolarizar os investimentos não é difícil porque o brasileiro tem uma certa intimidade com a moeda americana e olha para os Estados Unidos com mais entusiasmo do que para os mercados europeus.

Segundo Sobrinho, o investidor pode comprar dólar, que tem correção de capital, e potencializar os ganhos com investimentos conservadores ou imobiliários. “Nos últimos cinco anos acumulamos, no Brasil, uma inflação de 66%. No mesmo período, o dólar valorizou mais de 70%”, defende o investidor.

Para Sobrinho, o brasileiro está exposto a um mercado emergente e enfrenta inflação, questões políticas e reformas. “Esse mesmo brasileiro pode ter uma parte de investimentos dolarizada num país de economia forte”, argumenta.

 


Saiba mais
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto