Agronegócio

Indústria alimentícia prevê crescimento de 3% a 4% nas vendas, diz Abia

São Paulo, 24 – A indústria de alimentos e bebidas espera vender 3% a 4% mais em 2021, descontada a inflação, segundo o presidente-executivo da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (Abia), João Dornellas. “Essa previsão de crescimento real considera alta de 2,5% a 3,5% do PIB nacional”, disse Dornellas, durante apresentação virtual dos resultados do setor em 2020.

No ano passado, em termos reais, as vendas do setor avançaram 3,3% em relação a 2019. A Abia pondera, contudo, que o crescimento será possível somente com a aprovação das reformas estruturais no País, como a reforma tributária.

Quanto à perspectiva de alta no preço final dos alimentos e bebidas, o executivo não descartou possibilidade de reajuste, mas disse considerar que no ano passado o custo foi maior. “Grandes movimentos de preço já ocorreram em 2020 quando as embalagens e as commodities agrícolas chegaram mais caras na indústria. Somente o custo das embalagens aumentou 50% no ano passado”, destacou Dornellas.

Para o ano, a Abia espera um aumento no consumo doméstico puxado pelo crescimento das vendas para restaurantes e bares e manutenção da forte demanda por alimentação dentro do lar.

“É uma tendência que vemos desde 2020, com orçamento apertado as pessoas tendem a priorizar alimento. Mas também vemos uma recuperação do food service, para o qual projetamos alta de 30% nas vendas”, comentou a presidente do Conselho Diretor da Abia, Grazielle Parenti, citando um eventual reflexo de uma nova rodada de auxílio emergencial sobre a demanda do setor.

O faturamento da indústria alimentícia com exportações deve avançar de US$ 38,2 bilhões em 2020 para cerca de US$ 40 bilhões neste ano, previu Dornellas.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel