Mundo

Índia reduz imposto sobre combustíveis e commodities essenciais para combater inflação



Por Munsif Vengattil

NOVA DÉLHI (Reuters) – A Índia anunciou neste sábado uma série de mudanças na estrutura tributária cobrada sobre commodities essenciais em uma tentativa de proteger os consumidores do aumento dos preços em meio à alta inflação.

A ministra das Finanças da Índia, Nirmala Sitharaman, anunciou que o imposto especial sobre a gasolina foi reduzido em 8 rúpias (0,1028 dólar) por litro, e para o diesel, em 6 rúpias por litro.

O novo regime tributário sobre gasolina e diesel pode resultar em uma perda de cerca de 1 trilhão de rúpias indianas para o governo em receita anual devido à menor arrecadação, disse ela em uma série de tweets.



Atualmente, um litro de gasolina custa 105,41 rúpias, enquanto o diesel custa 96,67 rúpias em Nova Délhi.

O governo também removeu o imposto de importação sobre antracite, carvão PCI e carvão metalúrgico em uma tentativa de reduzir os custos das matérias-primas para a demanda do mercado local.

“O primeiro-ministro Narendra Modi pediu especificamente a todos os braços do governo para trabalharem com sensibilidade e dar alívio ao cidadão comum”, disse Sitharaman.


(Reportagem adicional de Nidhi Verma e Aftab Ahmed em Nova Délhi)