Giro

Incerteza da economia cresce 0,5 ponto em janeiro, diz FGV

O Indicador de Incerteza da Economia, da Fundação Getulio Vargas (FGV), subiu 0,5 ponto na passagem de dezembro de 2019 para janeiro deste ano e chegou a 112,9 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos.

De acordo com a FGV, o índice se mantém em um nível historicamente elevado, que é quando ele fica acima dos 110 pontos.

Segundo o pesquisador da FGV Aloisio Campelo Jr., o aumento da incerteza foi influenciado por preocupações no ambiente político interno e no clima externo tenso, marcado pela ameaça de guerra entre Estados Unidos e Irã.

O componente mídia, baseado na frequência de notícias com menção à incerteza nas mídias impressa e online, caiu 0,8 ponto, para 111,6 pontos. Mas o componente da expectativa, construído a partir das previsões dos analistas econômicos, subiu 5,4 pontos, para 112,5 pontos.