Economia

Importadores chineses pedem anulação de tarifas sobre produtos agrícolas dos EUA

Importadores chineses pedem anulação de tarifas sobre produtos agrícolas dos EUA

Estados Unidos e China deram uma trégua em guerra comercial - AFP/Arquivos

Importadores chineses pediram a seu governo que anule as tarifas punitivas sobre produtos agrícolas importados dos Estados Unidos, de acordo com vários meios de comunicação oficiais, três semanas depois que os dois lados decidiram uma trégua em sua guerra comercial.

Os importadores, que não foram identificados, apresentaram uma queixa junto a uma organização do governo chinês de supervisão das tarifas alfandegárias para exigir o levantamento das tarifas punitivas, segundo informações publicadas por vários veículos, que não citam suas fontes.

Os importadores agiram “de acordo com as necessidades do mercado interno”, dizem os artigos, sem maiores detalhes, especialmente sobre os produtos que poderiam estar envolvidos.

Tal ação poderia ser um gesto de boa vontade em relação aos Estados Unidos, que no início deste mês teriam retirado 110 produtos chineses de sua lista de itens tributados com tarifas punitivas, segundo a imprensa.

As duas maiores potências econômicas mundiais aplicaram tarifas cruzadas por mais de US$ 360 bilhões em trocas comerciais anuais.

Mas o presidente dos EUA, Donald Trump, e seu colega chinês, Xi Jinping, concordaram em relançar as negociações à margem da cúpula do G-20 no Japão, no final de junho.

Após a cúpula de Osaka, Trump também anunciou que, em troca do compromisso dos Estados Unidos de suspender o aumento planejado das tarifas sobre 300 bilhões de dólares em importações chinesas, Pequim se ofereceu para comprar uma “incrível quantidade de alimentos e produtos agrícolas americanos”.