Economia

Impacto econômico de novas restrições para conter pandemia já é visível, diz BCE

O Banco Central Europeu (BCE) se pronunciou nesta quinta-feira, 25, em seu boletim trimestral sobre a retomada de restrições mais rígidas no continente para conter o salto de casos de covid-19, verificado nas últimas semanas. Para a autoridade, a imunização contra a covid-19 tem ganhado ritmo no continente, com velocidades variáveis entre os países, mas ainda está em nível muito baixo para permitir a suspensão das medidas restritivas por lá.

“O ressurgimento de infecções levou os governos a retomarem restrições severas, principalmente nas economias avançadas. O impacto adverso dessas medidas no crescimento global já é visível nos dados recebidos. A pandemia continua sendo o fator-chave que molda os desenvolvimentos econômicos no futuro”, diz o BCE, no documento.

Por outro lado, a instituição espera que o pacote fiscal norte-americano e o acordo comercial firmado entre a União Europeia e o Reino Unido apoiem as perspectivas econômicas da região nos próximos meses.



Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago