Economia

Ilan: dificuldades políticas para independência do BC têm ficado para trás

O presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, disse nesta sexta-feira, 11, que, na sua percepção, as “dificuldades políticas” para aprovar o projeto de lei que dá independência legal para a autoridade monetária têm ficado para atrás.

“As dificuldades políticas, algumas delas, têm ficado para trás”, disse Goldfajn, em rápido discurso de encerramento da cerimônia de lançamento da “Coleção Digital História Contada do Banco Central do Brasil”, na sede da autoridade monetária no Rio.

Goldfajn disse que sua percepção sobre a redução das resistências políticas à independência do BC está baseada em “conversas”. O presidente do BC tem mantido reuniões no Congresso Nacional sobre o projeto de lei que dá independência ao órgão. O ministro da Economia, Paulo Guedes, já demonstrou apoio à ideia.

“Estou um pouco mais otimista de que, dada a independência de facto (que o BC tem hoje), a gente vai ter a independência de jure”, afirmou Goldfajn.

No discurso rápido de encerramento, que não estava previsto inicialmente nem foi escrito, Goldfajn fez breve resumo das palestras de ex-presidente do BC, que trataram de diferentes momentos da história do órgão. “Espero que a inflação alta tenha ficado no passado”, afirmou Goldfajn.

Veja também

+ Caixa libera FGTS emergencial para nascidos em julho nesta segunda-feira (10)

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?