Agronegócio

Icac reduz projeção da produção global de algodão em 2017/18 a 25,43 milhões de t

Nova York, 3/1 – O Comitê Consultivo Internacional do Algodão (Icac, na sigla em inglês) reduziu sua projeção para produção global da fibra no ano comercial 2017/18, que termina em 31 de julho. A nova estimativa, de 25,43 milhões de toneladas, representa queda de 0,31% ante a previsão anterior e aumento de 10,61% em relação à produção do ciclo passado. O aumento ante 2016/17 se deve ao incremento de área plantada, segundo o Icac.

Nos Estados Unidos é esperado um aumento da produção de 25%, para 4,7 milhões de toneladas. A Índia deve se manter como o principal produtor, com 6,2 milhões de toneladas, crescimento de 8,7%. A China deve produzir 5,2 milhões de toneladas (+7,1%).

Após a estagnação em 2016/17, espera-se que a demanda mundial de algodão aumente 3% em 2017/18, para 25,2 milhões de toneladas. O uso da indústria chinesa deverá permanecer estável em 8,1 milhões de toneladas, enquanto a Índia e o Paquistão deverão ampliar o consumo em 3% e 4%, respectivamente.

O comitê projeta que a demanda no Vietnã cresça 12%, para 1,3 milhão de toneladas. Um crescimento moderado de 2% a 3% é esperado pelo Icac para o consumo em Bangladesh, Turquia e Estados Unidos.

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?