Giro

Ibovespa opera com queda de 5%, puxada por Petrobras, que recua 18%

Crédito: Divulgação/B3

O índice Ibovespa, principal da bolsa brasileira, opera com queda de 5,18% (Crédito: Divulgação/B3)

A B3 opera em queda nesta segunda-feira (22), assim como as ações da Petrobras. Os decréscimos foram ocasionados pela troca no comando da Petrobras, para o general Joaquim Silva e Luna, indicada por Bolsonaro na última sexta-feira (19).

O índice Ibovespa, principal da bolsa brasileira, opera com queda de 5,18%, às 11:37, com 112.290 pontos. Este cenário é ocasionado, principalmente, pelo declínio nas ações da Petrobras – PETR4 opera com –18,59%, às 11:30. O papel da estatal é vendido a R$ 22,25 na B3.

+ Ações da Petrobras negociadas em NY têm forte queda antes da abertura do mercado
+ Bolsonaro: política na Petrobras ‘só tem um viés’ e alegra ‘alguns do mercado’

Na Bolsa de Nova Iorque (NYSE) o tombo da estatal é ainda maior, chegando a – 21,19%, às 11:57 (PBR). O papel é vendido a US$ 7,92.



O dólar é cotado a R$ 5,52, às 11:59, alta de 2,55%.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel