Política

Ibope: rejeição a Haddad sobe de 41% para 44%; a Bolsonaro vai de 40% a 39%

A rejeição ao candidato do PT ao Planalto, Fernando Haddad, aumentou de 41% para 44% na véspera do segundo turno, mostra pesquisa Ibope/Estado/TV Globo. O porcentual de eleitores que afasta qualquer possibilidade de votar em Jair Bolsonaro (PSL), por sua vez, oscilou de 40% para 39% em relação ao levantamento divulgada na última terça-feira, 23.

Na pesquisa, Bolsonaro aparece com 54% das intenções de voto e Haddad tem 46%, no cálculo que considera apenas os votos válidos.

Entre os eleitores consultados pelo Ibope, 39% dizem que “com certeza” votariam em Bolsonaro neste domingo, 28. O porcentual era de 37% na última terça-feira, 23. O voto convicto no candidato do PT aumentou de 31% para 33%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 26 e 27 de outubro de 2018 com 3.010 eleitores. A margem de erro estimada é de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos, com um nível de confiança de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral. O levantamento foi contratado pelo jornal O Estado de S.Paulo e pela TV Globo e está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-02934/2018.

Veja também

+ Quarta parcela do auxílio sai hoje (14) para os nascidos em agosto

+ Cunhado de Maradona morre de Covid-19 na Argentina

+ Nazistas ou extraterrestres? Usuário do Google Earth vê grande ‘navio de gelo’ na costa da Antártida

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?