Economia

IBGE recebe aval da Economia para contratar até 6.500 profissionais temporários

Crédito: Arquivo/Agência Brasil

As vagas são destinadas para funções de agente de pesquisas e mapeamento, supervisor de coleta e qualidade, agente de pesquisas por telefone e supervisor de pesquisas (Crédito: Arquivo/Agência Brasil)

O Ministério da Economia autorizou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a contratar, por tempo determinado, até 6.500 profissionais para operacionalização das pesquisas permanentes de natureza estatística e geocientífica do órgão.

Os contratos poderão ser formalizados a partir de janeiro de 2021, “mediante disponibilidade de dotações orçamentárias específicas”, e a remuneração dos profissionais será definida pelo IBGE.

+ Concurso público: País tem 260 vagas abertas nesta segunda-feira
+ Banco Safra abre mais de 300 vagas de emprego 

As vagas são destinadas para funções de agente de pesquisas e mapeamento, supervisor de coleta e qualidade, agente de pesquisas por telefone e supervisor de pesquisas.

Conforme portaria divulgada no Diário Oficial da União (DOU), o recrutamento dos profissionais dependerá de prévia aprovação dos candidatos em processo seletivo simplificado.

O prazo para publicação do edital de abertura do concurso será de até seis meses, a partir da portaria desta sexta-feira.

A duração dos contratos deverá ser de até um ano, prazo que pode ser prorrogado, desde que devidamente justificado.

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?