Economia

IBGE prevê lançar em março edital com 200 mil vagas para o Censo 2020

Crédito: Divulgação

Podem se candidatar às vagas de recenseadores quem tiver terminado o ensino fundamental; há outras 5.462 vagas para Agentes Censitários Municipais e mais 22.676 vagas para Agentes Censitários Supervisores (Crédito: Divulgação)

Atrasado desde o ano passado, o edital com mais de 200 mil vagas para o Censo 2020, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), será publicado no início do mês que vem, segundo previsão divulgada nesta terça-feira (12) pelo órgão.

O processo foi anunciado em maio de 2019 e vai contratar trabalhadores temporários para o Censo Demográfico brasileiro, nas funções de recenseador e agente censitário.

+ Natal de 2019 foi mais forte do que o de 2018 e mais fraco ante 2017, diz IBGE
+ Vendas do varejo restrito estão 3,7% abaixo do pico de outubro de 2014, diz IBGE
+ Indústria paulista opera 22,1% abaixo do pico visto em março de 2011, diz IBGE

A expectativa do IBGE é assinar o contrato com a banca organizadora do concurso, neste caso o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), e publicar o edital ainda em março.

Serão 196 mil vagas para recenseador, mais de 23 mil para agente censitário supervisor e pouco mais de 6 mil para agente censitário municipal.

Segundo o IBGE, os detalhes adicionais, como o nível de escolaridade exigida, só serão divulgados na publicação do edital.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?