Economia

IBGE pedirá orientações sobre Censo a ministério após corte de 90% no orçamento

Após ver o orçamento deste ano destinado para o Censo Demográfico reduzido em “quase 90%”, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou nesta sexta-feira que “solicitará orientações ao Ministério da Economia sobre os procedimentos no tocante à operação censitária”. Na prática, a redução inviabiliza a realização do Censo neste ano, após a pesquisa já ter sido adiada em um ano.

A Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2021, aprovada na quinta-feira, 25, na Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional, reduziu o orçamento do Censo Demográfico de R$ 2 bilhões para R$ 71 milhões.

“A referida votação ratificou o corte no orçamento do Censo Demográfico proposto pelo Relator-Geral da Comissão. A decisão representa uma redução de quase 90% do orçamento previsto na PLOA encaminhada em agosto de 2020, que era de R$ 2 bilhões”, diz a nota divulgada nesta sexta-feira pelo IBGE.

E continua o instituto no texto: “Diante deste cenário, o IBGE solicitará orientações ao Ministério da Economia sobre os procedimentos no tocante à operação censitária que, de acordo com a lei 8.184/1991, deve ser realizada a cada dez anos.”

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago