Economia

Iata: aéreas precisam de US$ 200 bilhões em ajuda governamental

Crédito: AFP/Arquivo

As aéreas precisam de cerca de US$ 200 bilhões em ajuda governamental para conseguir superar a crise envolvendo a coronavírus no setor, afirmou a Associação Internacional de Transporte Aéreo (Crédito: AFP/Arquivo)

As aéreas precisam de cerca de US$ 200 bilhões em ajuda governamental para conseguir superar a crise envolvendo a coronavírus no setor, afirmou a Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata, na sigla em inglês). A equipe da Iata, junto do diretor-geral no Brasil, Dany Oliveira, participam de uma conferência com jornalistas brasileiros nesta quarta-feira.

Somente com os Estados Unidos as companhias aéreas daquele país negociam um auxílio financeiro de até US$ 50 bilhões para mitigar o impacto do coronavírus no setor.

+ Setor aéreo enfrenta grave crise de liquidez, diz diretor da Iata
+ Iata pede ajuda de emergência para aéreas após proibição de viagens para os EUA 

Veja também

+ Caixa libera FGTS emergencial para nascidos em julho nesta segunda-feira (10)

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?