Giro

Inteligência Artificial recria fotos baseadas em pinturas de Da Vinci

Crédito: Reprodução/Divulgação

O aplicativo Da Vinci Face, disponível online, usa bancos de dados e algoritmos para simular as pinceladas do grande artista renascentista. (Crédito: Reprodução/Divulgação)



Especialistas acabam de desenvolver uma ferramenta que pode fazer as suas fotos parecerem pintadas pelo próprio Leonardo Da Vinci. Nesse sentido, aplicativo Da Vinci Face, disponível online, usa bancos de dados e algoritmos para simular as pinceladas do grande artista renascentista.

A empresa de tecnologia Mathema, sediada em Florença, foi a principal responsável pelo projeto auto financiado. Especialistas da start-up, incialmente, realizaram diversas pesquisas sobre Da Vinci e suas pinturas. Além disso, a equipe estudou diversas ferramentas relacionadas a inteligência artificial para o desenvolvimento da ferramenta.

 

+ Ceia de Natal vai muito bem com rótulos da Cantine Leonardo da Vinci




“[A pesquisa sobre Da Vinci] foi relativamente fácil para nós, tendo acesso em Florença a diversas fontes de curadores, livros e artigos para investigação acadêmica. [As ferramentas de IA] não foram tão fáceis devido ao fato que o estilo de Leonardo não podia ser capturado com técnicas de Transferência de Estilo Neural ordinárias.”, diz Massimiliano Bellini, da Mathema.

“Nós decidimos reviver o esplendor da Renascença Italiana, recreando retratos no estilo de grandes mestres do passado por meio das mais recentes e sofisticadas tecnologias de IA. Nós decidimos começar com o mais famoso gênio polímata da história: Leonardo Da Vinci,” afirma o especialista.

No website oficial, Da Vinci Face, é possível transformar suas imagens em obras da Renascença de Leonardo. Basta acessar o site, se cadastrar e inserir a foto na ferramenta. Vale comentar que fotos com fundos de cores sólidas e rostos menos expressivos ajudam a recriar o ar enigmático como na Mona Lisa.


Milhões de dados para formar pinturas de Da Vinci

De acordo com a empresa desenvolvedora da tecnologia, o site conta com ferramentas de deep learning. Estas, portanto, simulam milhões de neurônios artificiais para o processamento de informações.

 

Com a imagem e o banco de dados, o DaVinciFace analisa incríveis 500 milhões de parâmetros para encaixar da melhor maneira o rosto à técnica do pintor. É possível, ademais, conferir diversos resultados de aplicação da ferramenta no Instagram oficial da empresa.

“O estilo de Leonardo é particularmente difícil de se capturar, devido ao amplo uso de chiaroscuro, uma técnica pictórica na qual formatos são construídos diretamente da cor ao invés de terem um desenho anterior para, então, receberem cor.”, afirma Bellini.