Giro

Hunter Biden quebra o silêncio para ajudar seu pai nos EUA

Hunter Biden quebra o silêncio para ajudar seu pai nos EUA

(Arquivo) O ex-procurador-geral de Delaware Beau Biden, Hunter Biden (C) e Ashley Biden, assistem ao pai, ex-candidato à vice-presidência democrata e ex-vice-presidente dos EUA, Joe Biden, durante a Convenção Nacional Democrata, em Charlotte - GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP/Arquivos

Hunter Biden, cujas atividades profissionais na Ucrânia criaram dificuldades para a campanha presidencial de seu pai, Joe Biden, quebrou seu silêncio neste domingo (13), para reduzir a pressão sobre o ex-vice-presidente dos Estados Unidos.

Biden é um dos favoritos para se tornar o candidato democrata em 2020.

Seu advogado anunciou que Hunter Biden deixará em 31 de outubro o conselho da empresa chinesa BHR (Xangai) Equity Investment Fund Management Company, uma posição que lhe custou ataques contínuos por parte do presidente dos EUA, Donald Trump.

George Mesiras, advogado de Hunter Biden, explica que ele “empreendeu essas atividades comerciais de forma independente. Não achou apropriado discutir isso com o pai e não o fez”.

“Apesar das investigações detalhadas, em nenhum momento as forças policiais estrangeiras ou (americanas) concluíram que Hunter havia cometido irregularidades durante seus cinco anos no cargo”, frisou o advogado.

Ele diz ainda que Hunter Biden investiu 420.000 dólares no capital da BHR e que nunca recebeu qualquer compensação.