Economia

Huawei nega acusações feitas por Departamento de Justiça dos EUA

A gigante chinesa de equipamentos de telecomunicações Huawei negou nesta terça-feira ter cometido quaisquer das violações citadas em um indiciamento dos Estados Unidos que acusa a empresa de roubo de tecnologia e de violação de sanções comerciais.

Ontem, o Departamento de Justiça dos EUA revelou denúncias criminais que acusam a Huawei de fazer esforços extremos para roubar segredos comerciais de empresas americanas, incluindo uma tecnologia de robô da operadora americana T-Mobile usada para testar smartphones.

“A companhia nega que ela ou suas subsidiárias ou afiliadas tenham cometido quaisquer das violações da lei dos EUA alegadas em cada um dos indiciamentos”, afirmou a Huawei em comunicado.

Ainda no comunicado, a Huawei disse não estar ciente de quaisquer irregularidades cometidas por sua diretora financeira, Meng Wanzhou, que foi presa no Canadá em dezembro.



As acusações contra a Huawei vieram dois dias antes de EUA e China darem início a uma nova rodada de discussões comerciais em Washington, amanhã e quinta-feira (30 e 31).

Separadamente, o Ministério de Relações Exteriores da China pediu hoje a Washington que “pare a repressão irracional” contra a Huawei e outras empresas chinesas. Fonte: Associated Press.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

Tópicos

China EUA Huawei