Economia

Huawei anuncia aumento da receita apesar das pressões dos Estados Unidos

Huawei anuncia aumento da receita apesar das pressões dos Estados Unidos

Huawei enfrenta ser banido do mercado crucial dos EUA e comprar componentes americanos - AFP

O grupo chinês Huawei anunciou nesta quarta-feira um aumento de 24,4% em sua receita durante os nove primeiros meses do ano, apesar da campanha dos Estados Unidos para isolar a empresa a nível mundial.

A receita da Huawei alcançou 610,8 bilhões de yuanes (86,2 bilhões de dólares) e a margem de lucro subiu 8,7%.

A empresa enfrenta problemas desde que Washington começou a pressionar seus aliados ao redor do mundo para que evitem usar equipamentos telecomunicações da Huawei, alegado questões de segurança.

Em maio, o governo americano incluiu o grupo chinês na lista de empresas com acesso vetado ao mercado americano e à compra de componentes cruciais.

Washington teme que os equipamentos da Huawei contenham brechas de segurança que permitam a Pequim espionar as comunicações globais.

A empresa chinesa nega as suspeitas e afirma que aumentou a “eficácia e a qualidade de suas operações”, o que contribui, alega, para “aumentar a estabilidade operacional e de organização, além de fortalecer os resultados nos três primeiros trimestres de 2019”.