Negócios

Huawei afirma que fechou 50 contratos para fornecimento de 5G em todo o mundo

A empresa é o principal alvo dos norte-americanos na guerra comercial com a China e há semanas está sofrendo uma série de sanções por parte do governo dos EUA

Huawei afirma que fechou 50 contratos para fornecimento de 5G em todo o mundo

A Huawei afirmou que investiu US$ 4 bilhões no desenvolvimento de tecnologia 5G nos últimos 10 anos e que já instalou 150 mil bases de transmissão

A Huawei anunciou nesta quarta-feira (26) que fechou 50 contratos para o fornecimento de 5G, retomando a liderança do mercado global. Em apresentação no Mobile World Congress, em Xangai, o vice-presidente da telecom chinesa, Ken Hu, disse que a empresa estará presente em mais de 30 países nos próximos meses, sendo metade na Europa.

A Huawei é a maior fornecedora de aparelhos para telecomunicação no mundo e a segunda em produção de smartphones. A empresa é o principal alvo dos norte-americanos na guerra comercial com a China e há semanas está sofrendo uma série de sanções por parte do governo dos EUA.

Segundo o presidente Donald Trump, a empresa é usada pelo governo chinês para espionagem internacional, o que é negado pelos executivos da Huawei. Os EUA também lideram uma campanha contra a presença da empresa em outros países e fazem pressão para que aliados dificultem a entrada a Huawei no mercado. Na semana passada, o fundador e CEO, Ren Zhengfei, disse que as vendas de smartphones no exterior caíram 40%.

A companhia afirmou que investiu US$ 4 bilhões no desenvolvimento de tecnologia 5G nos últimos 10 anos e que já instalou 150 mil bases de transmissão, que deverão ser ampliadas para mais de 500 mil até o fim do ano.

A pressão dos EUA fortaleceu as rivais na corrida pela conectividade 5G. No início deste mês a finlandesa Nokia afirmou que havia fechado 42 contratos para o fornecimento da tecnologia, o mesmo número da chinesa até então.