Edição nº 1126 20.06 Ver ediçõs anteriores

Houve uma vez um (horário de) verão

Houve uma vez um (horário de) verão

O horário de verão está com os dias contados. Adotado pela primeira vez em 1931, para economizar energia elétrica nos meses mais quentes do ano, foi incorporado pouco a pouco à rotina dos brasileiros – ao menos para os habitantes das regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste. Em meados de outubro, os moradores desses lugares adiantavam os relógios em uma hora e só voltavam a acertar os ponteiros em fevereiro do ano seguinte. Após 35 anos ininterruptos, o horário de verão não será mais aplicado no Brasil. A decisão do presidente Jair Bolsonaro (PSL) tem como base estudos do Ministério de Minas e Energia (MME). Chegou-se a conclusão que a medida para controle de gastos deixou de ser eficaz. Entre 2013 e 2016, a economia gerada no País caiu de R$ 405 milhões para R$ 159,5 milhões. As mudanças no consumo foram as principais responsáveis por isso. Hoje, mais pessoas e empresas utilizam aparelhos de ar-condicionado ao longo do dia, o que eleva o consumo de energia. No entanto, o término do horário especial deve ser prejudicial para bares, restaurantes e empresas de turismo, que se beneficiavam com o dia mais “esticado”.

(Nota publicada na Edição 1116 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Barco-hospital Papa Francisco leva atendimento médico a comunidades ribeirinhas

Em 2013, quando o Papa Francisco visitou o Brasil para a Jornada Mundial da Juventude, algo o incomodou. Enquanto conhecia um hospital [...]

Cerrado ameaçado

Segundo maior bioma brasileiro, com extensão de 2 milhões de quilômetros quadrados (km²), o Cerrado está sob ataque e sua destruição [...]

Bayer investirá € 5 bilhões para combater ervas daninhas

A multinacional alemã Bayer anunciou na sexta-feira 14 que investirá € 5 bilhões até 2030 em pesquisa e desenvolvimento (P&D) para [...]

L’Oréal leva capacitação para comunidades no Rio

A Redken, marca do grupo L’Oréal, deu início ao projeto Casa de Barbearia para capacitação profissional de barbeiros, em Nova Iguaçu (RJ). A expectativa é que o curso forme 200 pessoas das comunidades carentes da Baixada Fluminense até o final do ano. Uma primeira turma de 95 estudantes já se graduou. “O segmento de barbearia no […]

Coca-Cola FEMSA Brasil caça ideias para um mundo melhor

Na segunda-feira 10, a Coca-Cola FEMSA Brasil abriu a sua temporada para o edital ‘Ideias para um Mundo Melhor’, cujo objetivo é incentivar projetos sociais de ONGs que atuem nas regiões onde a companhia mantém operações. O projeto já existe há três anos e beneficiou cerca de 6,1 mil pessoas por meio de 14 ONGs. […]

Ver mais