TV DINHEIRO

“Houve uma explosão de empresas do e-commerce buscando locais para estocar produtos”, diz Allan Paiotti, CEO da GuardeAqui

“Houve uma explosão de empresas do e-commerce buscando locais para estocar produtos”, diz Allan Paiotti, CEO da GuardeAqui

Apoiada por Sam Zell, em menos de 15 anos, a GuardeAqui se tornou uma das principais empresas de self storage no Brasil. Presente em 9 cidades, entre elas São Paulo e Rio de Janeiro, a empresa detém o maior galpão da América Latina, localizado na zona sul da capital paulista.

Esta semana, o Programa Moeda Forte entrevista o comandante da GuardeAqui, Allan Paiotti, um empresário que vinha do setor de logística, resolveu atacar esse problema no Brasil. Para chegar a 45 unidades, a empresa deve investir até R$ 1 bilhão até 2020.

Assista aos quatro primeiros de cinco blocos da entrevista feita pelo redator-chefe da ISTOÉ DINHEIRO, Carlos Sambrana. A última parte será publicada nesta sexta-feira, 4, às 7h30.

BLOCO 4 Neste quarto bloco, ele fala sobre a busca de espaços de self storages por empresas de e-commerce.

 

BLOCO 3 Nesta parte, Paiotti conta que nos últimos anos, o perfil da empresa mudou. “Por conta da crise, jovens de 25 a 35 anos estão voltando para a casa dos pais, que precisam guardar seus móveis”, diz.

 

BLOCO 2 Neste trecho, o CEO da GuardeAqui conta os planos da companhia para os próximos anos.

 

BLOCO 1 No primeiro bloco, ele explica porque Sam Zell resolveu apostar em uma cadeia de self storage no Brasil.