Estilo

Hotel ou galeria de arte?

Ambos. Inaugurado há apenas três meses, dentro da célebre Galleria Vittorio Emanuele II, em Milão, o Vik Milano tem muito luxo, decoração exclusiva em cada suíte e obras de arte por todos os lados.

Crédito: Divulgação

Ele acaba de abrir as portas e já carrega a etiqueta de ser um dos hotéis mais estilosos da Itália. Inaugurado há três meses, em Milão, o Galleria Vik Milano tem 89 suítes exclusivas, todas projetadas individualmente com foco em três elementos: arte, decoração e conforto. Todos os quartos são completamente díspares entre si, o que permite a cada hóspede ter uma experiência diferente do vizinho da porta ao lado. Há suítes com decoração clean e obras de arte clássicas, enquanto outras têm interior vibrante e colorido e telas de artistas contemporâneos. Até as paletas de cores de cada quarto são únicas. O cuidado especial com o universo artístico tem uma razão sólida. O hotel fica em plena Galleria Vittorio Emanuele II, erguida no final do século 19 e mais antigo shopping ativo da Itália.

Instalada numa arcada dupla de quatro andares, no centro da cidade, a galeria foi batizada em homenagem ao primeiro monarca do Reino da Itália, Victor Emmanuel II. É um dos mais importantes pontos comerciais e turísticos de Milão, a capital mundial da moda e do design. Para se ter uma ideia da relevância do local, basta dizer que pelos corredores e lojas da Galleria Vittorio passam cerca de 30 milhões de pessoas a cada ano, quase cinco vezes o total de turistas estrangeiros que visitam o Brasil anualmente. Diante de tudo isso, o casal de empresários e Alexander e Carrie Vik – ele norueguês e ela americana – não mediu esforços para tirar do papel o projeto do hotel que leva seu sobrenome. Primeiro, eles compraram o Townhouse Galleria, hotel que funcionava no prédio onde hoje fica o Vik Milano. Depois, contrataram arquitetos, decoradores e designers, para transformar o local num raro exemplar do que os especialistas chamam de artsy hotel, estabelecimentos que têm na arte seu grande diferencial.

Por fim, selecionaram, cuidadosamente, peças de decoração do seu acervo pessoal para decorar as suítes e os espaços comuns do lugar. Quanto o casal gastou em todo esse processo? Eles não revelam. Mas o resultado é um hotel que enche os olhos e desperta os sentidos, com obras de arte por todos os lados – uma réplica de O Pensador, de Rodin, encanta os visitantes na recepção. Tudo muito elegante e, ao mesmo tempo, moderno e divertido. A atmosfera é de se estar numa galeria de arte. Nada mais apropriado em se tratando de Milão.

MARCO HISTÓRICO: Erguida no final
do século 19, a Galleria Vittorio Emanuele II é o mais antigo shopping da Itália e atrai cerca de
30 milhões de pessoas a cada ano. (Crédito:Divulgação)

Para saborear a experiência de se hospedar no Galleria Vik Milano, o turista vai pagar diárias que partem de 250 euros (cerca de R$ 1.200), nas acomodações mais baratas, a 1,5 mil euros (mais de R$ 7 mil), na maior e mais luxuosa suíte, a Vik Presidential, que ocupa 74 metros quadrados e da qual se tem uma belíssima vista da área central da Galleria. Do quarto, o turista só precisa abrir as janelas para admirar a multidão passeando, deslumbrando a arquitetura local – o edifício da galeria foi construído com ferro e vidro –, entrando e saindo de lojas como Gucci, Louis Vuitton, Prada e Versace.

Essa pulsante energia artística e comercial foi um dos motivadores para Alexander e Carrie Vik decidirem transformar o antigo Townhouse Galleria no superestiloso Vik Galleria Milano. Apaixonada confessa por arte e decoração, ela fez questão de coordenar pessoalmente todo o processo de restauração do hotel, da criteriosa seleção dos artistas e arquitetos que participariam do processo à escolha das cores que seriam utilizadas nos quartos.

ABAIXO A MONOTONIA: No Vik Milano, todos os ambientes são distintos. Do corredor ultracolorido (acima) aos banheiros que nem parecem pertencer ao mesmo hotel (abaixo), tudo é lindo e especial. (Crédito:Divulgação)

IRMÃOS CAMPANA Só de tecidos, Carrie coletou cerca de 80 mil amostras para decidir os que seriam empregados em itens como tapetes e papéis de parede. Já em relação aos móveis do hotel, a empresária recorreu ao arquivo próprio do casal, praticamente todo angariado em leilões pelo mundo. Assim, temos um jogo de sofás dos brasileiros Irmãos Campana, cômodas de puro mogno e quase 100 anos de vida e luminárias modernosas. É como se as suítes fossem minigalerias de arte, todas assinadas por um artista especialmente convidado pelos proprietários do Vik Milano. Entre os talentos que aceitaram o desafio, estão os artistas plásticos italianos Alex Folla, Anna Muzi, Elena Monzo e Marta Mez e a uruguaia Vicky Barranguet, um dos nomes em evidência na arte contemporânea mundial e cujo trabalho é marcado pelo uso de cores fortes e diferentes texturas. A uruguaia, aliás, teve uma das missões mais árduas e interessantes. Nada menos do que 300 metros de paredes e escadarias foram cobertos por 1,5 mil rolos de tela pintados por Barranguet.

É tanta beleza artística, que os hóspedes costumam passar horas percorrendo os andares do hotel, admirando as peças expostas e a decoração superexclusiva de cada piso. E há, ainda, o restaurante do hotel, o Vikissimo, que também foi decorado com diversas obras de arte e de onde se tem uma fascinante vista da Galleria Vittorio Emanuele II. Com paredes cobertas de estuque – argamassa feita de pó de mármore –, o restaurante tem mesas de mármore de cores distintas e funciona todos os dias para café da manhã, almoço, aperitivos e jantar, com direito a música e espaço para quem quiser dançar. Do cardápio da casa, boas pedidas são as tradicionais pizzas que saem do forno a lenha e os vinhos produzidos pela vinícola Vik, que os donos do hotel têm no Chile. Depois de curtir tudo isso, é só voltar para a sua suíte do Galleria Vik Milano. Ou melhor, para a sua minigaleria de arte.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?