Negócios

Hotéis vazios são transformados em pequenos apartamentos durante a pandemia

Crédito: Pixabay

Com a crise do setor, essas empresas estão assumindo propriedades com dificuldades ou hipotecadas por preços baixos (Crédito: Pixabay)

Os investidores do mercado imobiliário dos Estados Unidos estão comprando hotéis vazios e transformando-os em pequenos apartamentos para alugar durante a pandemia. Com a crise do setor, essas empresas estão assumindo propriedades com dificuldades ou hipotecadas por preços baixos.

O aumento da demanda por moradias baratas para famílias que foram forçadas a reduzir seus gastos durante a recessão econômica também tem ajudado esse nicho de mercado. Algumas propriedades também estão sendo transformadas em escritórios.

+ Even conclui venda de 8 empreendimentos imobiliários no Rio
+ HSI Logística levanta R$ 1,6 bilhão com IPO de fundo imobiliário

De acordo com matéria do The Wall Street Journal e dados da Trepp LLC, a proporção de hotéis com hipotecas inadimplentes era de 19,66% em novembro de 2020, na comparação com 1,52% um ano antes. Mesmo antes da pandemia, uma onda de construção de hotéis na última década deixou algumas cidades com excesso de quartos.



A Vivo Living, por exemplo, converteu seu primeiro hotel em apartamentos no final de 2019 com o antigo hotel Bigelow em Ogden, Utah, uma propriedade construída originalmente em 1927 com cerca de 112 quartos. A empresa planeja seguir com esse movimento que estás sendo chamado de “reciclagem de imóveis”.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel