Sustentabilidade

Hospedagem nas alturas

Os países nórdicos se tornaram referência global em questões ligadas à sustentabilidade 

E a criatividade nesse campo parece infinita. Prova disso é o Tree Hotel, que foi inaugurado em Lapland, cidade sueca a 60 km do Círculo Polar Ártico. O empreendimento chama a atenção pela originalidade arquitetônica e o uso de materiais sustentáveis. Toda madeira é certificada e a iluminação foi concebida para causar o menor impacto às aves de hábito noturno, por exemplo. Os seis chalés temáticos têm formas instigantes, como o cubo espelhado (foto), e ficam amarrados às árvores a uma altura de 15 metros. O único lazer disponível é uma sofisticada sauna. A meta dos fundadores é erguer mais 18 chalés nos próximos cinco anos. Diária: cerca de US$ 500. Como o turismo é uma das atividades que mais emitem dióxido de carbono, os empresários do setor vêm apostando alto em sustentabilidade. Saiba por quê:



 

139.jpg

131.jpg

 

+ O economista Paulo Gala revela os caminhos para investir bem em 2022



 

132.jpg
Ecologia com estilo: os quartos possuem iluminação econômica e móveis feitos de madeira certificada 

 

 

Transporte


A todo gás 

 

Automóveis e pequenos veículos de carga, movidos a gás natural, são comuns nas estradas e ruas das principais cidades do Brasil. A novidade nessa área, contudo, é o uso do combustível no setor de carga. E quem saiu na frente foi a Kimberly-Clark, fabricante de artigos de higiene e limpeza. A companhia investiu R$ 300 mil na criação de uma carreta com essas características para atender exclusivamente o Walmart. O custo operacional do veículo é semelhante ao de uma carreta abastecida com diesel. A diferença é que a versão a gás emite 90% menos dióxido de carbono (CO2).

 

 

133.jpg

 

 

 

 

Madeira


Europa contra a madeira ilegal 

 

Enfim uma lei que poderá ajudar, e muito, a reduzir a devastação da Floresta Amazônica. A União Europeia aprovou uma lei que proíbe a comercialização de madeira ilegal nos 27 países-membros. Na prática, o dispositivo obriga produtores de móveis, papel e outros derivados a adotar mecanismos que permitam rastrear a origem da madeira. Apenas no primeiro semestre deste ano, a Europa comprou o equivalente a US$ 110 milhões em móveis brasileiros. 

 

 

137.jpg

 

 

 


Tecnologia 


É um pássaro? É um avião? Não, é o trem-bala

 

Um trem inspirado nos luxuosos carros Rolls- Royce e nos velozes aviões Concorde. É esse projeto que o design britânico Paul Priesman pretende vender ao governo inglês. Batizado de  Mercury (foto), o trem possui 40 metros de cumprimento, terraço panorâmico e poderá atingir velocidade de até 360 km por hora. Com o Mercury, Priesman acredita que seria possível reduzir ou até eliminar as viagens de avião dentro do Reino Unido. O trem-bala emite dez vezes menos dióxido de carbono que um avião.

 

 

138.jpg

 

 

 

 

Embalagem


Caixa que vira árvore

 

A caixa de papelão, quem diria, também virou semente. Pelo menos é isso que pretende o cientista americano Paul Stamets que criou uma linha de embalagens que, depois de usada, se transforma em árvore. Para isso, basta enterrar a caixa no solo e regar. A germinação é garantida por meio de sementes e aditivos impregnados nas paredes da embalagem. A venda foi limitada aos EUA e ao Canadá para evitar a exportação de espécies florestais invasoras. 

 

134.jpg

 

 

 

 

Empresas do Bem


Cultura


Banco Indusval no cinema 

 

Nove moradores do Campo Limpo, bairro da periferia de São Paulo, estão ingressando no mundo da sétima arte. Eles integram a segunda turma da oficina de criação audiovisual, promovida pela ONG Arrastão, em parceria com a DNA Filmes e o Banco Indusval Multistock, presidido por Manoel Félix Cintra Neto. Durante o curso, eles aprenderão a usar sofisticadas ferramentas audiovisuais e produzirão curtas-metragens sobre o bairro. 

 

 

136.jpg

 

 

 

 

Esporte


Metrô aposta na comunidade

 

Modalidades esportivas como vôlei e capoeira integram a lista de atividades socioeducacionais oferecidas pelo braço social do Metrô Rio, empresa comandada por José Gustavo de Souza Costa. Os beneficiários são jovens de baixa renda que vivem nas comunidades próximas às estações do metrô. O trabalho conta com o suporte de ONGs como a Esporte em Ação. Em dois anos, foram atendidas 4,5 mil pessoas.

 

 

135.jpg


Saiba mais
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto