Estilo

Horas de voo

Evento inédito no País quer comprovar que o helicóptero não é apenas um sonho de consumo: é ferramenta de trabalho e solução de mobilidade para quem não pode se dar ao luxo de perder seu precioso tempo no trânsito

Crédito: iStock

Tempo é dinheiro. Tempo é luxo. Portanto, nada melhor do que jamais deixá-lo escapar. Muitos executivos paulistanos já perceberam isso — e adotaram o helicóptero em suas rotinas. “Ele dá a possibilidade de poder chegar praticamente ao seu destino final sem a necessidade de outro meio de locomoção”, diz Gualter Pizzi, diretor da Gualter Helicópteros. “Num raio de até 400 quilômetros, ele é imbatível, fazendo uma operação ‘ponto a ponto’, seja entre aeroportos, helipontos, helicentros ou até a casa de praia, a fazenda ou a empresa do cliente”, completa.

Segundo dados de 2018 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), das 2.119 aeronaves com asas rotativas que operam em território nacional, 666 têm domicílio paulista. Ou seja, três em cada 10 helicópteros do País estão registrados no estado de São Paulo. À maior cidade brasielira é atribuída também a segunda maior frota desses aparelhos no mundo, perdendo apenas para Nova York. Não é surpresa, portanto, que a Grande São Paulo seja também o local da primeira edição de um evento dedicado exclusivamente ao setor: a feira Helicopter Experience, ou apenas Heli XP.

Organizado pela G2C Events, o evento pretende ir além de um ambiente de negócios e tem por objetivo atrair não apenas possíveis compradores, mas também quem já é proprietário, assim como pilotos. “As grandes estrelas são os brokers, que trarão as melhores aeronaves disponíveis no mercado”, afirma Gledson Castro, principal nome por trás do evento. Segundo ele, além de ser uma feira com foco na geração de negócios, o evento trará novas oportunidades de relacionamento para toda a cadeia produtiva do setor. “Será o único do Brasil dedicado exclusivamente a helicópteros e sua cadeia de produtos e serviços”, afirma.

Vento a favor: o Helipark (à esq.), onde estarão 25 modelos de helicópteros; o broker Gualter Pizzi, que vê um bom momento para os negócios do setor; e o AW 139, da Icon Aviation, maior modelo de táxi-aéreo em uso no País, que será exibido na feira

RECUPERAÇÂO Depois de registrar um ótimo período de crescimento, sobretudo entre os anos de 2012 e 2014, o mercado de helicópteros não ficou alheio à recessão da economia brasileira e, a partir de 2015, as vendas deixaram de decolar. “Nossa demanda caiu de aproximadamente um helicóptero por mês para apenas um por ano. E muita gente que havia comprado teve de se desfazer da aeronave”, diz Ana Quirino, fundadora e manager director da National Freight, empresa especializada na importação e exportação dos aparelhos. “Agora sentimos que há uma retomada, ao menos em termos de consultas. Os pedidos firmes, porém, acreditamos que virão a partir de 2020”, afirma. “A Heli XP chega num momento muito oportuno”, diz Gualter Pizzi, que também faz parte da Aera Brasil, a Associação de Empresas Revendedoras de Aeronaves. “O setor de helicóptero precisava de um evento especifico. Acredito que com essa iniciativa vamos despertar o interesse dos clientes em adquirir seu primeiro helicóptero. Para os que já possuem, é o momento de avaliar uma possível troca por um modelo mais novo ou até mudar de categoria de máquina”, conclui.

Aberto apenas para convidados e profissionais do setor, o evento ocupará o Helipark, na Granja Viana, e os visitantes poderão chegar com sua própria aeronave. “O Helipark recebeu tão bem a ideia do evento que fechamos uma parceria e ele se tornou nosso patrocinador”, diz Castro. Haverá dois espaços distintos. Um, fechado, com os expositores e lounges das marcas âncoras. Outro, na área externa, com 25 helicópteros em exposição — incluindo a possibilidade de realizar voos testes. No total, 50 marcas estarão presentes nos dias 15 e 16.

A Icon Aviation, do empresário Michael Klein, levará para o hangar principal o maior dos helicópteros da frota de táxi-aéreo do País, o Augusta Westland AW 139, capaz de transportar 15 pessoas e atingir 306 km/h de velocidade de cruzeiro, com autonomia de 1.250 quilômetros. Além de condições especiais para aquisição das aeronaves, haverá outros produtos exclusivos em exposição, de marcas como Maserati, Intermarine e Cyrela.

A feira ocorre logo após a HAI HELI EXPO, em Atlanta, nos Estados Unidos, principal do setor no mundo. Além dos lançamentos de aeronaves, tecnologias e serviços para este segmento, os participantes terão acesso a bate-papos apresentados pelos principais profissionais da área. Eles abordarão os temas treinamento, espaço aéreo, regulamentação e segurança.

HELI XP
Dias 15 e 16 de maio, das 13hs às 20hs. Helipark: R. Fortunato Grilenzone, 417, Carapicuíba, SP
Coordenadas: S 023º 33’ 53,2” W 046º 49’ 48,9”