Giro

Hong Kong vive primeiro confinamento, em um bairro por 48 horas

Hong Kong vive primeiro confinamento, em um bairro por 48 horas

Um funcionário da sáude realiza testes de covid-19 no bairro de Jordan, em Hong Kong, 22 de janeiro de 2021 - AFP

Milhares de residentes de um dos bairros mais pobres e populosos de Hong Kong foram obrigados a ficar em casa na noite desta sexta-feira (22), parte do primeiro confinamento decretado pelas autoridades desde o início da pandemia do coronavírus.

A medida proíbe que pessoas que residam em prédios localizados em área geográfica definida saiam de casa, onde um número crescente de casos foi registrado nos últimos dias, a menos que possam apresentar teste negativo para coronavírus.

Em nota, o governo de Hong Kong anunciou que planeja testar todos os residentes dessa área do bairro de Jordan em 48 horas. Até que o processo seja concluído, “as pessoas que devem fazer o teste têm que ficar em casa”, especificam as autoridades.

A medida atinge cerca de 150 prédios que abrigam até 9.000 pessoas. Centenas de policiais se mobilizaram para garantir que o bloqueio seja respeitado, informou o South China Morning Post.



Hong Kong estava na linha de frente quando os primeiros casos do novo coronavírus foram detectados na China, há mais de um ano.

A cidade, com grandes arranha-céus, registrou oficialmente menos de 10.000 casos e cerca de 170 mortes desde o início da pandemia.

Os cerca de 7,5 milhões de habitantes de Hong Kong vivem sob vários graus de restrições há um ano, o que parece ter funcionado para evitar a propagação de infecções.

Nos últimos dois meses, o território foi atingido por uma quarta onda de infecções e as autoridades introduziram novas restrições. Houve surtos no bairro de Yau Tsim Mong, uma área conhecida por ter algumas das menores residências do mundo.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel