Economia

Honda cortou 4 mil vagas desde 2012

Líder do mercado, com 80% de participação, a Honda vendeu 724,6 mil motos no ano passado, 27% a menos que em 2015. Também lidera o segmento premium, a partir de 500 cilindradas, com 9 mil unidades, ante 17 mil em 2015. A GL 1800 Goldwing, importada do Japão, é a mais cara da marca, R$ 119,9 mil.

Entre os modelos nacionais, a aposta é a Africa Twin, de R$ 64 mil a R$ 74 mil. A Honda tem motos a partir de R$ 5 mil, mas seu forte são as CG 125 e 160, que venderam 224 mil unidades no ano passado, com preços a partir de R$ 7 mil. “Estamos cautelosos com as previsões para este ano, até porque os últimos meses não foram positivos”, diz Alexandre Cury, diretor comercial da Moto Honda.

Ele lembra que, desde 2012, o setor está em baixa, em razão da falta de crédito e da crise. A fábrica de Manaus tinha 10 mil funcionários há cinco anos. Hoje, opera com 6 mil e alta ociosidade.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

Tópicos

Honda motos queda vendas