Edição nº 1126 20.06 Ver ediçõs anteriores

Hirota encolhe para crescer

Hirota encolhe para crescer

A rede de supermercados Hirota, com 36 unidades e faturamento estimado em R$ 500 milhões para 2019, planeja expandir suas operações nos próximos três anos acima do que cresceu nos seus 46 anos de existência. O objetivo é chegar a 100 endereços até 2021. A estratégia será ancorada no modelo de lojas compactas sob a bandeira Hirota Food Express. O formato, lançado há três anos, já responde por 8% do faturamento da rede, com 16 unidades. “Pretendemos ser uma rede de grande porte, sem perder a qualidade, cultura, preço competitivo e o foco no atendimento”, diz o presidente Francisco Hirota. O plano de crescimento permitirá à companhia ir a áreas em que não chegaria com lojas convencionais.

Neste ano, a meta é inaugurar mais 11 lojas, sendo 10 Express. Além das novas unidades, a rede vai investir R$ 20 milhões em um novo centro de produção de comidas prontas, mercado que deve crescer exponencialmente nos próximos anos, segundo Hirota. “Vinte anos atrás, as pessoas despendiam duas horas para alimentação. Hoje, gastam em média 20 minutos”, afirma. O Hirota Food Express é inspirado no kombini japonês – loja de conveniência onde se encontra um pouco de tudo, desde produtos de higiene pessoal a comida pronta para ser consumida na hora ou levada para casa. É uma loja que oferece solução em alimentação para qualquer hora do dia. No Japão, existem cerca de 60 mil kombinis. “Nós trouxemos esse conceito para o Brasil, onde 60% do negócio é comida, com opções para a pessoa tomar o seu café, almoçar, fazer o seu lanche da tarde ou levar o jantar para casa.”

(Nota publicada na Edição 1116 da Revista Dinheiro)


Mais posts

A gente não quer só salário

Em um processo seletivo, só o salário oferecido não basta para atrair bons profissionais. Para 40% dos entrevistados pelo 8º Índice de [...]

Eurofarma olha para fora

O laboratório brasileiro Eurofarma, uma das maiores do setor na América Latina e com negócios em 20 países, vai intensificar seu [...]

Mais um rival para o Netflix

Foi no início da década de 1960 que a BKS começou a entrar nos lares brasileiros – e já naquela época, por meio da televisão. [...]

Veloe não perde tempo

A guerra do mercado de pagamento eletrônico de pedágios se acirra mais a cada dia. Ao mesmo tempo em que o banco digital C6 inicia [...]

Plano de engorda dos lucros

O mercado de produtos naturebas nunca cresceu tanto como nos últimos anos – e deve ganhar ainda mais musculatura daqui para frente. [...]
Ver mais