Ciência

Hidroavião comercial elétrico realiza voo de teste no Canadá

Um hidroavião de seis lugares, apresentado como a primeira aeronave comercial elétrica do mundo, realizou seu primeiro voo de teste nesta terça-feira, na região de Vancouver, no oeste do Canadá.

O aparelho, da companhia canadense Harbour Air, um Beaver DHC-2 de Havilland de 62 anos equipado com um motor elétrico, realizou um voo de alguns minutos pela manhã a partir do Aeroporto de Vancouver, diante de uma centena de curiosos e jornalistas.

“É o começo da era da aviação elétrica”, disse Roei Ganzarski, presidente da companhia americana magni-X, que criou o primeiro motor elétrico de 750 cavalos para a Harbour Air, a principal empresa de hidroaviões da América do Norte.

O piloto do teste foi Greg McDougall, fundador e presidente da Harbour Air, que tem cerca de 40 hidroaviões e transporta a cada ano 500 mil passageiros em trajetos curtos pela costa do Pacífico na província canadense de Columbia Britânica.

“Nosso objetivo é eletrificar toda a frota, não há qualquer motivo para não fazer isto”, disse McDougall, que estima em ao menos dois anos o tempo necessário para atingir esta meta.

Com a autonomia de sua bateria, o “e-Beaver” testado nesta terça pode percorrer cerca de 160 km, o que corresponde a distância da maioria dos voos da Harbour Air, assinalou McDougall.

Os ecologistas canadenses celebraram “uma etapa importante: o início de uma nova era na aviação e a transformação dos hidroaviões da Harbour Air na primeira frota comercial totalmente elétrica”.

Veja também

+ Caixa libera FGTS emergencial para nascidos em julho nesta segunda-feira (10)

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?