Política

Hang patrocinou blogueiro com ajuda de Eduardo Bolsonaro, diz TV

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, no Senado, obteve mensagens que indicam que o empresário bolsonarista Luciano Hang patrocinou um programa do blogueiro Allan dos Santos, após ajuda do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). As conversas foram reveladas pelo Jornal Nacional.

Luciano Hang foi convocado pela CPI da Covid para prestar depoimento na próxima quarta-feira, 29. O empresário é apoiador do presidente Jair Bolsonaro e incentivador do chamado “tratamento precoce”, composto por medicamentos sem eficácia comprovada ou contraindicados para tratar a doença, como hidroxicloroquina, azitromicina e ivermectina.

O blogueiro Allan dos Santos é investigado em inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF), que apura ofensas e fake news contra os ministros da Corte.

A troca de mensagens entre Allan dos Santos com o filho do presidente Jair Bolsonaro começou em janeiro de 2019. O blogueiro pede ao deputado que o apresente ao empresário.



Eduardo Bolsonaro pergunta a Santos se “quer que eu fale algo a ele para te introduzir?”. O blogueiro concorda.

De acordo com a emissora de TV, cerca de 1 hora e meia depois da troca de mensagens, o deputado afirma que mandou uma mensagem para Hang e que avisa assim que o empresário responder.

Horas depois, o filho do presidente diz a Santos que Hang havia dito que ele poderia entrar em contato. Eduardo Bolsonaro cita o escritor Olavo de Carvalho. “Falei que você é o nosso cara da imprensa para um projeto que desenvolvemos aqui nesta semana de aulas com o Olavo”.

O deputado e o blogueiro voltam a conversar no dia seguinte. Santos afirma a Eduardo Bolsonaro que falará com o empresário quando ele voltar da Europa. O filho do presidente retorna e diz que falou “no macro com o Hang”.

O financiamento volta a ser tema de conversa quatro meses depois, segundo o Jornal Nacional. O blogueiro diz ao deputado. “Luciano Hang tá dentro. Patrocínio para o programa”.

A CPI também teve acesso a uma mensagem enviada pelo empresário ao blogueiro. Hang diz a Santos que Eduardo Bolsonaro havia conversado com ele.

Outras mensagens acessadas pelos senadores apontam que o youtuber Bernardo Kuster citou o ‘gabinete do ódio’ em troca de mensagens no grupo ‘Direita Unida’, no WhatsApp. “Recebi ordens do GDO pra levantar forte a tag #doriapiorquelula. Bora lá no Twitter. Tá subindo a tag em quarto lugar”, escreveu.

A mensagem foi enviada em 2 de abril do ano passado. Para a CPI, a mensagem indica que Kuster articulou ataques ao governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

Luciano Hang afirmou à emissora de TV que não integra gabinete algum, trata-se de uma “narrativa absurda”. O empresário também declarou ser mentira que ele tenha patrocinado programas que disseminaram a desinformação.

Veja também
+ Como podcasts podem ajudar na educação financeira do brasileiro
+ Mistério: mulher descobre que não é a mãe biológica de seus próprios filhos
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km