Giro

Hacker invade cinto de castidade e pede resgate após ‘sequestro de pênis’

Crédito: Reprodução/Divulgação

A criação permitia que a pessoa travasse e destravasse remotamente o órgão genital. Uma falha de segurança no aparelho teria possibilitado a invasão (Crédito: Reprodução/Divulgação)

Cinto de castidade eletrônico, criado no ano passado e com capacidade de controle à distância do órgão genital, foi alvo de ataque hacker, conforme divulgou o IG nesta quarta-feira, 13.

Anunciado originalmente como o “primeiro dispositivo de castidade controlado por aplicativo do mundo”, a criação permitia que a pessoa travasse e destravasse remotamente o órgão genital.

Uma falha de segurança no aparelho Cellmate teria possibilitado a invasão, sequestro do órgão genital e até pedido de resgate. A falha na interface de comunicação que permite o bloqueio do aparelho pela internet, impede que ele reaja aos sinais de desbloqueio enviados por um servidor.

Segundo o IG, usuário do aparelho que, de acordo com a Vice News, se identifica apenas como Robert e disse que o invasor pediu um resgate de 0,02 Bitcoin (cerca de R$ 3,5 mil). O caso foi descoberto por um pesquisador de segurança do site Vx Underground, que coleta amostras de malware. Ele disse que o usuário do cinto de castidade recebeu uma mensagem de um hacker dizendo “seu pênis agora é meu!”.

A vulnerabilidade nos aparelhos foi descoberta em junho de 2020 e a empresa fez uma atualização do software do aparelho corrigindo a maior parte dos problemas, porém deixou a versão antiga no ar. E apenas os novos usuários tiveram acesso à correção. Quem utilizava o aparelho antes da atualização não foi informado que deveria baixá-la.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel