Economia

Há condições para que meta de inflação retorne ao nível de 2%, diz BCE

O economista-chefe do Banco Central Europeu (BCE), Philip Lane, afirmou que existem condições para que a inflação da zona do euro retorne à meta de 2% com a revisão da estratégia da entidade, em evento organizado pela think-tank Bruegel. Hoje, o objetivo do BCE é de uma taxa próxima, mas menor, que 2%.

Para Lane, o nível de preços na zona do euro continua sob controle do banco, apesar das preocupações estimuladas pela atual inflação, abaixo da meta do BCE, em meio à pandemia de covid-19.

O dirigente comentou também sobre a revisão estratégica do BCE.

Ele disse concordar com a ideia de que as estratégias estabelecidas devem ir além de selecionar quais serão as políticas certas para o futuro, mas afirmou que o documento não precisa cobrir todas as “eventualidades possíveis” dos próximos 18 anos, quando as diretrizes do BCE serão novamente revisadas.



Quanto à adoção do euro digital, Lane disse que as discussões estão em fase inicial e que a atual revisão da estratégia do BCE “não deve ser confundida” com os trabalhos que o banco tem feito em torno de uma possível moeda virtual.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel