Negócios

Guinness trocará plástico por materiais biodegradáveis até 2020

Grupo gestor da cervejaria afirmou que medida começara na Irlanda, em agosto deste ano, e gradativamente se expandirá para o Reino Unido e outros países a partir do segundo semestre de 2020

Guinness trocará plástico por materiais biodegradáveis até 2020

A Guinness irá substituir todas as embalagens plásticas por papelão e outros materiais recicláveis e biodegradáveis até 2020, anunciou nesta segunda-feira (15) a Diageo, grupo controladora da mais famosa cervejaria irlandesa. A medida se estenderá para os rótulos da Smithwick e Harp, também geridas pela Diageo.

A mudança deve ocorrer primeiro na Irlanda, ainda em agosto deste ano, e se espalhar gradativamente para outros países do Reino Unido e do mundo a partir do segundo semestre de 2020. A Diageo afirmou que investirá US$ 21 milhões (R$ 81 milhões) no projeto.

Os anéis de plásticos usados para unir as latas de cerveja são apontados como um dos principais causadores de poluição da natureza, principalmente na formação de grandes ilhas de lixo nos oceanos.

O anúncio da controladora da Guinness segue uma onda de revisão de materiais empregada por grandes companhias. Na semana passada, a Starbucks também anunciou uma medida semelhante e afirmou que investirá cerca de R$ 5 milhões em projetos de reciclagem no Reino Unido. A rede de cafeterias ainda disse que empregará materiais menos nocivos ao meio-ambiente até o próximo ano. McDonald’s, Disney, Adidas e a rede de lojas Ikea também lançaram projetos e diretrizes para diminuir o descarte de materiais na natureza.