Giro

Guia Supremo iraniano ordena que forças armadas não cometam novas “negligências”

Guia Supremo iraniano ordena que forças armadas não cometam novas “negligências”

Ali Khamenei (C), presidente Hassan Rouhani e o novo comandante das Forças Quds - LEADER OFFICE/AFP

O líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, ordenou às forças armadas do país que evitem qualquer “negligência” depois de admitirem que abateram por engano um avião comercial ucraniano em Teerã.

Ele pediu para que seja feito o que for necessário “para evitar a repetição de um acidente”, em comunicado publicado neste sábado em seu site.

Segundo a agência Fars, ligado aos ultraconservadores, Khamenei foi informado na sexta-feira que a tragédia do Boeing 737 da Ukraine International Airlines havia sido causada por “erro humano” e ordenou a publicação da verdade.

Khamenei também apresentou suas “sinceras condolências” às famílias das vítimas deste “triste acidente”.



As 176 pessoas a bordo do voo PS572 da Ukrainian Airlines foram mortas depois que o avião foi abatido “por engano” e “sem querer”, segundo o Estado-Maior das Forças Armadas Iranianas.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km