FGTS

Guia prático para sacar dinheiro das contas inativas do FGTS

Recursos estarão disponíveis para saque a partir de sexta-feira, 10, de acordo com um calendário estabelecido pelo governo

Guia prático para sacar dinheiro das contas inativas do FGTS

O portal da DINHEIRO explica, em perguntas e respostas, o que você precisa saber sobre o assunto. Confira.

O que são contas inativas e o que governo quer ao liberar este dinheiro?

Trinta milhões de pessoas vão poder sacar cerca de R$ 43 bilhões das contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Esse dinheiro estava parado na Caixa Econômica Federal e o governo decidiu liberá-lo como uma das formas de incentivar o consumo e reativar a economia brasileira, que acumula uma queda de mais de 7%  em seu Produto Interno Bruto (PIB) nos últimos dois anos, a pior recessão desde 1930.

O que mudou?



Antes, só tinha direito a sacar o FGTS de uma conta inativa quem estivesse desempregado por, no mínimo, três anos ininterruptos. Agora, a pessoa que pediu demissão ou foi demitida por justa causa até 31 de dezembro de 2015 vai poder sacar o que ficou na conta.

O que fazer com o dinheiro?

Pode parecer muito, quando se fala em R$ 43 bilhões, mas individualmente não é tanto assim. Segundo cálculos do próprio governo, mais da metade dos trabalhadores tem, no máximo, R$ 500 para sacar. Outros 24% têm saldo entre R$ 500 e R$ 1.500. Os dois grupos representam 80% do total de pessoas com direito a sacar o dinheiro. Os demais têm mais de R$ 1.500 a receber. A dica dos especialistas é tentar pagar as dívidas antes de pensar em consumir. Ou tentar abater parte do saldo devedor de quem está pendurado nos juros do cheque especial e no rotativo do cartão de crédito, por exemplo.

Como o dinheiro será liberado?

O governo e a Caixa Econômica Federal (CEF) divulgaram um calendário para os pagamentos, que segue o seguinte cronograma:

 1 – Trabalhadores nascidos entre janeiro e fevereiro: podem sacar a partir de 10/03/2017

2 – Trabalhadores nascidos entre março, abril e maio: podem sacar a partir de 10/04

3 – Trabalhadores nascidos entre junho, julho e agosto: podem sacar a partir de 12/05

4 – Trabalhadores nascidos entre setembro, outubro e novembro: podem sacar a partir de 16/06

5 – Trabalhadores nascidos em dezembro: podem sacar a partir de 14/07

O prazo final para os saques será de 31 de julho.

Como faço para saber se tenho direito e qual o meu saldo do FGTS inativo?

Há diversas formas. O trabalhador pode consultar seu extrato do FGTS presencialmente no balcão de atendimento de agências da Caixa.

Também é possível ir a um posto de atendimento e fazer a consulta utilizando o Cartão Cidadão, desde que tenha em mãos a senha.

Uma outra maneira é a Internet. No próprio site do FGTS pode-se consultar o extrato. Ou então no endereço eletrônico da CEF 

Detalhe: no site da Caixa é preciso informar o NIS (PIS/Pasep), que pode ser consultado na carteira de trabalho, e usar uma senha cadastrada pelo próprio trabalhador ou então a senha Cidadão.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

Tópicos

CEF FGTS Inativo