Edição nº 1070 18.05 Ver ediçõs anteriores

Guerra das conferências

Guerra das conferências

Não foi por acaso que Microsoft e Google agendaram suas maiores conferências anuais para desenvolvedores de tecnologia na mesma semana. As duas companhias querem que os consumidores comparem seus anúncios. Na segunda-feira 7 começou a Build, evento da empresa de Bill Gates. E os participantes viram o CEO Satya Nadella prosseguir na sua missão de tirar o Windows do centro do universo da empresa. A palavra mais ouvida era a integração de vários produtos com a nuvem, com a plataforma Android, do Google, com drones e até de sua assistente digital Cortana com a Alexa, da Amazon. Em meio às boas notícias, Nadella admitiu um adiamento. A meta de atingir 1 bilhão de dispositivos com o Windows 10 não será atingida este ano. Quem sabe em 2019?

 

… e das assistentes

Um dia depois, terça-feira 8, foi a vez do Google I/O, evento coordenado pelo CEO Sundar Pichai. Ali, a palavra de ordem foi inteligência artificial. Durante o dia, o que se ouviu foi como todos os produtos – notícias, mapas, Android, Gmail – vão fazer tudo mais rápido e fácil com cada vez menos esforço do usuário. As máquinas vão selecionar os fatos, organizar as fotos e orientar o turista. Há anos, o Google não apresentava tantas novidades de uma só vez. Mas o que mais impressionou a audiência da conferência foi o desempenho da assistente virtual da Google. Pichai mostrou vídeos em que a assistente conversava com atendentes ao telefone, marcando um corte de cabelo e fazendo uma reserva no restaurante. Não era possível perceber que se tratava de uma máquina falando.

(Nota publicada na Edição 1069 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Shopping virtual

(Nota publicada na Edição 1070 da Revista Dinheiro)

US$ 3,6 bilhões

Foi o lucro líquido da chinesa Tencent no primeiro trimestre de 2018, alta de 61% em relação ao ano passado (Nota publicada na Edição 1070 da Revista Dinheiro)

Sem errar duas vezes

O Facebook quer evitar a todo custo um novo escândalo envolvendo o uso indevido de dados de seus usuários da rede social. Para isso, a [...]

Resposta instantânea

Rafael Guimarães, presidente da operadora de internet por satélite Hughes no Brasil

Mãozinha americana

Banida comercialmente dos Estados Unidos por não punir de forma severa seus funcionários que comercializaram ilegalmente dispositivos [...]
Ver mais
X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.